REGULAMENTO GERAL DO DESAFIO RURAL EXTREMO 

 

1. A PROVA

 

1.1 A prova DR EXTREMO é de cunho não competitivo, devendo o atleta completar o trajeto da prova em determinado tempo máximo, passando por postos de controle.

 

1.2 A principal característica da prova é a autossuficiência absoluta do ciclista, onde o ciclista deve ser totalmente autônomo em alimentação, navegação,  mecânica e eventual apoio em caso de desistência.

 

1.3 O trajeto da categoria EXTREMO não será sinalizado, portanto, o uso de GPS e ou aparelhos de navegação é obrigatório. O ciclista também tem opção de pedalar acompanhando um ciclista que tenha algum aparelho de navegação.

 

1.4 A organização disponibilizará o arquivo GPX com os trajetos oficiais que deverão ser cumpridos pelos ciclistas, bem como pelo Strava.

 

1.5 Além de ter o instrumento de navegação, é recomendável que o ciclista compreenda as funcionalidades do aparelho e saiba navegar, tenha noções básicas de localização e navegação, pois não haverá nenhum tipo de sinalização ou apoio por parte da organização quanto à dúvidas no trajeto. Devido ao tempo de duração da prova, fundamental levar carregador portátil.

 

1.6 A prova não terá pódio. Os competidores do EXTREMO que completarem o percurso dentro do tempo estipulado receberão um troféu com o nome e tempo inscritos no próprio troféu. A organização divulgará listagem em ordem alfabética dos participantes que concluíram o trajeto.

2. INSCRIÇÕES E TRANSFERÊNCIAS

 

2.1 A prova é indicada para ciclistas amadores e profissionais.

 

2.2 As inscrições para o DESAFIO RURAL EXTREMO serão realizadas mediante preenchimento de formulário on line disponível no site www.desafiorural.com. O atleta deverá preencher corretamente o formulário com seus dados pessoais, devendo se atentar para não cometer erros, especialmente devido ao seguro que será realizado e, caso seja detectada informação inconsistente ou incorreta o seguro não poderá ser acionado.

 

2.2.1 Após o preenchimento do formulário, o atleta terá opção de pagamento via boleto (gerado automaticamente pelo sistema),

 

2.2.2 A inscrição do atleta somente estará confirmada após o processamento do pagamento pelo banco na opção de boleto bancário. O atleta receberá um e-mail e um SMS de confirmação da inscrição.

 

2.2.3 Em até 02 (dois) dias antes da prova a organização divulgará nas redes sociais a lista de inscritos.

 

2.3 Em nenhuma hipótese será devolvido o valor de inscrição pago. Na eventualidade de o atleta não poder participar da etapa em que está inscrito, a organização aceitará a transferência da inscrição para outro evento do DESAFIO RURAL, desde que seja dentro do calendário do ano corrente e seja solicitada até a última sexta-feira anterior a data do evento. Não será aceita a transferência de inscrição para outro atleta em nenhuma hipótese.

 

2.4 Ao se inscrever no DESAFIO RURAL EXTREMO o atleta:

 

a) reconhece e assume integralmente os riscos de acidentes que podem ocorrer nestes tipos de evento, os quais são significativos e envolvem possibilidade de deslocamentos, luxações, fraturas, paralisia permanente e morte. Apesar de regras específicas, equipamentos e disciplina poderem reduzir os perigos inerentes, o atleta reconhece que persiste o risco de sérios danos;

 

b) autoriza o uso e divulgação da imagem e voz do atleta, seja por meio de fotos, vídeos e entrevistas, para veiculações em rádios, jornais, revistas, televisão, internet, redes sociais (Facebook, Instagram, etc.) e demais mídias para fins informativos, promocionais ou publicitários, pertinentes aos eventos do DESAFIO RURAL, sem acarretar ônus à organização, patrocinadores ou aos próprios meios de veiculação;

 

c) autoriza o uso do email do atleta cadastrado no momento da inscrição para a utilização de mailing por parte exclusiva da organização;

 

d) declara que está em perfeitas condições de saúde para participar de um evento com as características do DESAFIO RURAL EXTREMO.

 

 

3. EQUIPAMENTOS OBRIGATÓRIOS E RECOMENDADOS

 

3.1 Por ser uma prova com trajetos que circulam em sua maioria por estradas de terra é indicado o uso de bicicletas tipo Mountain Bike, com pneus apropriados para o terreno.

 

3.2 O uso do capacete é obrigatório, como item de segurança indispensável para todos os atletas.

 

3.3 É recomendável que o atleta utilize óculos e luvas como itens de segurança opcional.

 

3.4 Os ciclistas inscritos devem se auto declarar com experiência suficiente para compreender e avaliar o tipo de equipamento necessário para este tipo de prova, sendo que a organização não exigirá nenhum equipamento além do capacete e todo o resto será de responsabilidade do ciclista.

 

4. PULSEIRA DE IDENTIFICAÇÃO DO ATLETA

 

4.1 Todo atleta inscrito receberá uma pulseira de identificação que deverá ser identificada pelos fiscais de prova durante o percurso.

 

4.2 A retirada da pulseira será realizada no dia do evento, horas antes da largada, e somente será autorizada a entrega da pulseira ao atleta que apresentar no ato da retirada um documento com foto, não sendo permitida a retirada por terceiros.

 

5. SEGURO

 

5.1 Todos os atletas estarão cobertos por seguro durante a prova, desde que informem corretamente o nome completo e número do CPF na ficha de inscrição online. A organização do DESAFIO RURAL EXTREMO não se responsabiliza por informações incorretas preenchidas pelo participante no ato da inscrição, estando o participante ciente de que um equívoco no preenchimento da ficha de inscrição poderá inviabilizar o acionamento do seguro.

 

 

7. ALINHAMENTO, VISTORIA, LARGADA E TRANSCORRER DA PROVA

 

7.1 O horário de largada será informado na pagina do DR Extremo.

 

7.2 Não será admitida largada posterior. O atleta que decidir pedalar o trajeto após a largada estará ciente que estará desclassificado.

7.3 Os horários limite de chegada, local e horário de corte serão divulgados pelo site.

 

8. OS TRAJETOS

 

8.1 Os trajetos podem passar por estradas asfaltadas ou de terra, trilhas, etc., por vias, públicas ou privadas, devendo o atleta atentar para as leis do Código de Trânsito Brasileiro bem como as regras específicas de cada propriedade, quando houver.

 

8.2 A organização poderá alterar o trajeto sem prévio aviso, conforme seus próprios critérios, levando em consideração questões de segurança, por exemplo.

 

 

9. POSTOS DE CONTROLE

 

9.1 Teremos fiscais de prova espalhados pelo percurso sem prévio aviso, controlando a passagem dos atletas.

 

10. CHEGADA E PREMIAÇÃO

 

10.1 A chegada será realizada com a passagem obrigatória do atleta pela tenda da organização. O atleta que não for registrado estará automaticamente desclassificado.

 

10.2 Todo ciclista que chegar ao ponto de início dentro do tempo estipulado, que não tenha sido desclassificado por qualquer motivo durante a prova, será contemplado com troféu para todos os finishers com o horário do atleta gravado na chegada.

10.3 A organização poderá solicitar ao atleta que apresente provas de que percorreu o trajeto que podem ser observadas em aplicativos (ex.: Strava) ou dispositivos de geo-localização (ex.: Garmim). Na hipótese de constatação de que o trajeto da prova não foi feito o atleta será desclassificado.

11. EMERGÊNCIAS MÉDICAS

 

11.1 Em caso de acidentes durante a prova o atleta deverá informar a organização utilizando os meios à disposição no momento. Se houver sinal de celular, fazendo contato com a organização nos números de telefone informados no Briefing Virtual.

 

11.2. A autossuficiência do ciclista, inclusive neste âmbito, deve ser completa, devendo o ciclista acionar o serviço do SAMU, contatos particulares, pois não haverá qualquer tipo de apoio ou resgate da organização.

 

12. CANCELAMENTO DA PROVA

 

12.1 A organização poderá cancelar a prova por motivos de força maior (morte, acidente grave, condições meteorológicas que coloquem em risco os atletas, etc.) e estará isenta de qualquer indenização, salvo a transferência da inscrição do atleta para a próxima etapa ou outra dentro do calendário do ano corrente. Nesta hipótese, o atleta deverá solicitar a transferência dentro do prazo de 10 (dez) dias úteis a partir da data da prova cancelada.

 

13. REGRAS DE CONDUTA DO ATLETA

 

13.1 A organização do DESAFIO RURAL espera dos atletas atitudes que observem os preceitos ético-esportivos, de amizade, respeito ao próximo, consciência ambiental, educação e gentileza. Por este motivo, não serão toleradas as atitudes descritas a seguir, sob pena de desclassificação imediata do atleta:

 

a) jogar lixo nas estradas e trilhas ou áreas públicas;

 

b) não obedecer a área de descarte de lixo delimitada pela organização ou bom senso;

 

c) Desacatar as orientações dos membros da organização;

 

d) Ser rude ou grosseiro com os membros da organização;

 

f) Utilizar condutas anti-éticas durante o percurso (como cortar caminho, derrubar outro competidor, etc.)  

 

 

13.2 É obrigação do atleta, ainda:

 

 

a) Informar a organização na hipótese de desistência e resgate particular, por meio dos telefones da organização informados no Briefing Virtual;

 

b) Tomar todos os cuidados com seus objetos pessoais, reconhecendo que a organização não se responsabiliza por objetos de atletas esquecidos e/ou deixados sob a responsabilidade dos staffs ou qualquer outra pessoa relacionada ao evento;

 

c) Em caso de acidentes, estar ciente que NÃO há obrigação e responsabilidade da organização em socorrê-lo, declarando-se ciente o ciclista que está em um pedal autônomo. A responsabilidade da organização baseia-se em informar ao atleta o contato do seguro contratado para que sejam tomadas as providencias, lembrando que o seguro do atleta poderá reembolsá-lo.

 

13.3 O não atendimento das regras de conduta poderá ocasionar a desclassificação do atleta e também a recusa de outras inscrições do atleta nas próximas etapas, dependendo da gravidade da infração.

 

 

14. TERMO DE RESPONSABILIDADE 

 

14.1 Todo atleta inscrito no DESAFIO RURAL EXTREMO aceita os termos deste Regulamento, o que é realizado no ato do preenchimento do formulário de inscrição.

© 2012 - 2020 Desafio Rural MTB